Minha patela saiu do lugar! Vou ter que operar?

Luxação da patela

Vamos lembrar que a patela é o osso da região frontal do joelho, e sua luxação ocorre quando há o seu deslocamento para o lado externo (de fora) da articulação. A luxação pode reduzir espontaneamente, quando o osso volta para o seu lugar sozinho ou pode necessitar de uma manobra de redução (ser colocado de volta). Essa manobra de redução deve ser feita de preferência num pronto socorro por um médico ortopedista para evitar o agravamento da lesão na patela.

Quer dizer então que se a patela sair do lugar o tratamento é cirúrgico??⠀

A RESPOSTA É NÃO. Se é a primeira vez que a patela saiu do lugar, a grande maioria das vezes, a luxação da patela é tratada de forma conservadora, ou seja, sem cirurgia.

Esse tratamento da patela é feito com imobilização por 14 dias, medicamentos analgésicos anti-inflamatórios para dor. A fisioterapia também é iniciada tão logo quanto possível. Inicialmente para melhora da dor e inchaço do joelho e num segundo momento através de fortalecimento muscular.

Os resultados desse tratamento geralmente são muito bons com retorno total as atividades esportivas.⠀

E quando a cirurgia é necessaria?


1- A cirurgia pode ser indicada a partir do segundo episódio de luxação da patela. Isso porque há um grande risco de ocorrerem luxações de repetição. Pode chegar a até 70% a chance de nova luxação em pacientes < 16anos. Nesse caso o paciente desenvolve o que chamamos de luxação recidivante de patela. ⠀

-▶ A luxação recidivante de patela é a situação mais freqüente de indicação cirúrgica de estabilização da patela. Isso porque, além do problema da luxação recidivante que causa bastante dor e incomodo para o paciente,  é bastante freqüente haver queda de rendimento dos jovens nos esportes devido a sensação de instabilidade da patela.⠀

2- Outra indicação cirúrgica da patela ocorre após o primeiro episódio de luxação  é quando existe uma fratura osteocondral associada. Nesse caso há o destacamento de uma porção de osso com cartilagem formando um corpo livre dentro do joelho. Sendo assim, a cirurgia deve ser indicada para remoção do corpo livre através de artroscopia (cirurgia por vídeo). ⠀

Por isso, se você já teve algum episódio de luxação da patela, procure um especialista para tratar adequadamente e prevenir um próximo episódio de luxação! Essa será a melhor maneira de evitar ter que passar por uma cirurgia de estabilização da patela!

Para saber mais sobre os tipos de cirurgia para luxação da patela, clique aqui.

Espero que tenham gostado! Fico á disposição para dúvidas! 

Uma resposta

  1. Quem ja luxou a patela conhece muito bem a dor e o desconforto que essa patologia causa. O que muitos nao sabem, e que essa patologia tem tratamento e, hoje, ja existem tecnicas cirurgicas minimamente invasivas e que podem garantir uma qualidade de vida normal ao paciente, com retorno as suas atividades previas, como futebol, corrida, etc. Os motivos para que a patela luxe, ou saia da articulacao, sao muitos e devem ser cuidadosamente avaliados pelo seu ortopedista especialista em cirurgia do joelho. Alguns dos exemplos sao: geno valgo (perna em “X”), alteracoes osseas do femur (displasia troclear) e da patela, patela muito alta, entre outras. E muito frequente nas mulheres jovens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe essa informação!